Publicado em Deixe um comentário

Descobre os Segredos da Esfoliação a Seco: Benefícios, Técnica e Mais!

Já ouviste falar sobre a esfoliação a seco? Se ainda não experimentaste esta técnica, estás a perder uma das formas mais eficazes de cuidar da tua pele. Neste artigo, vamos explorar o que é a esfoliação a seco, os seus inúmeros benefícios e como podes incorporá-la na tua rotina de beleza. Prepara-te para descobrir uma nova maneira de revitalizar a tua pele e sentir-te radiante todos os dias!

Já ouviste falar de esfoliação a seco ou dry brushing? Se ainda não experimentaste esta técnica, estás a perder uma das formas mais eficazes de cuidar da tua pele. Neste artigo, vamos explorar o que é a esfoliação a seco, os seus inúmeros benefícios e como podes incorporá-la na tua rotina de beleza. Prepara-te para descobrir uma nova maneira de revitalizar a tua pele e sentir-te radiante todos os dias!

O Que é?

A esfoliação a seco (dry brushing) é um ritual de autocuidado proveniente da medicina Ayurvédica. É uma técnica que envolve, em simultâneo, esfoliação e massagem da pele com um esfoliante natural, como uma luva de esfoliação, uma escova de cerdas naturais ou uma toalha seca, sem o uso de água ou produtos químicos.

Benefícios da Esfoliação a Seco:

  1. Remoção de Células Mortas: A esfoliação a seco ajuda a remover as células mortas da pele, revelando uma pele mais suave e radiante.
  2. Estimulação da Circulação Sanguínea: Ao massajar a pele, a esfoliação a seco estimula a circulação sanguínea, o que melhora a aparência da pele e reduz a celulite.
  3. Desintoxicação da Pele: A esfoliação a seco pode ajudar a desintoxicar a pele, estimulando o sistema linfático e ajudando o corpo a eliminar toxinas.
  4. Melhoria da Absorção de Produtos: Ao remover as células mortas da pele, a esfoliação a seco permite que os produtos de cuidados com a pele penetrem mais profundamente, aumentando a sua eficácia.
  5. Pele Mais Suave e Radiante: No geral, a esfoliação a seco deixa a pele mais suave, radiante e com uma aparência mais jovem.
  6. Ritual Energizante: É também um ritual energizante, ajudando a despertar os sentidos e a revitalizar tanto a mente quanto o corpo.

Como Fazer?

  1. Horário: A esfoliação deve ser sempre aplicada antes do banho, idealmente pela manhã e com a pele completamente seca.
  2. Escolhe o Equipamento Adequado: Opta por uma luva de esfoliação, uma escova de cerdas naturais ou uma toalha seca. Certifica-te de que o material é suave o suficiente para não danificar a pele.
  3. Começa pelos Pés e Sobe Gradualmente: Começa pela planta dos pés e sobe em direção ao coração, usando movimentos suaves e firmes, em sentido ascendente. Repete o movimento cerca de 10x.
  4. Faz movimentos circulares: no sentido dos ponteiros do relógio, na região das virilhas, barriga e coração.
  5. Nas costas: deves respeitar a mesma lógica. Para as costas podes usar a nossa escova de cabo longo.
  6. Banho: Após a esfoliação toma um banho para remover as células mortas.
  7. Hidrata Após a Esfoliação: Após a esfoliação a seco, é importante hidratar a pele com um bom hidratante ou óleo corporal para manter a pele macia e hidratada.

Dicas Extra 

  • Não deves fazer a esfoliação em zonas com feridas, lesões ou alergias;
  • Não deves fazer a esfoliação se tens uma pele extremamente sensível;
  • Adequa a frequência ao teu tipo de pele e necessidade;
  • Se tens uma pele sensível, deves primeiro fazer um teste ou usar uma escova ou esponja mais suave (como as konjac) e ter atenção à pressão aplicada;
  • Higieniza as cerdas da escova (idealmente sem molhar a madeira) com sabão neutro e deixa secar totalmente entre usos.

E se queres descobrir mais sobre os melhores acessórios para esta técnica descobre as nossas escovas desenhadas especificamente para este ritual.

Experimenta incorporar a esfoliação a seco na tua rotina de cuidados com a pele e sente a diferença que esta técnica antiga pode fazer. A tua pele vai agradecer!

Publicado em Deixe um comentário

Dicas para uma confeção de alimentos mais eficiente

confeção alimentos eficiente

A preparação e a confeção são as etapas do ciclo de alimento onde mais facilmente conseguimos mitigar o impacto ambiental. Vejamos como:

1º Escolhe bem os alimentos

  • Antes de adquirir novos alimentos, há que analisar o que já temos por casa, dando especial atenção  aos alimentos mais perecíveis, isto é, que se danificam mais rapidamente. Esses devem ser consumidos primeiro. Por exemplo, se compramos espinafres e brócolos, há partida devemos consumir primeiro os espinafres porque se vão estragar mais rapidamente. Com a fruta basta ver qual a que está mais madura.
  • No caso de alimentos embalados, devemos usar primeiro os que já estão abertos ou mais próximos do fim da validade. Lembra-te da dica do FEFO (first experied, first out), ou seja, o primeiro a expirar é o primeiro a ser gasto.

Inclui hortícolas em todas as refeições principais. Estes são o segundo maior grupo da roda dos alimentos e são a chave para refeições com mais saúde, menos emissões e menos custo.

2º Não te esqueças da sopa

  • A sopa é uma das preparações que mais distingue a cultura alimentar portuguesa. É uma forma prática de consumir hortícolas e de aumentar a saciedade.
  • Para facilitar a cozedura e diminuir o gasto energético, o ideal é cortar os legumes em pedaços pequenos.

  A receita é simples (quantidade por refeição para uma pessoa):

1 batata (80g) + 150g de hortícolas (3 ou 4 tipos de hortícolas) + água + 1 colher de chá de azeite (5g) adicionado no final de toda a preparação.

3º Abusa dos pratos de panela

  • Estes são todos os que usam a técnica de estufar ou guisar, como por exemplo, as caldeiradas, jardineiras, ensopados e cataplanas, em que na mesma panela são cozinhados diferentes alimentos.
  • As receitas tradicionais que utilizam este método geralmente incluem hortícolas e leguminosas, alimentos ricos em fibra, vitaminas e minerais, que são totalmente aproveitados pois a calda do cozinhado também é consumida. Além disso, a combinação dos diferentes alimentos traz uma conjugação de sabores incrível.
  • Os pratos de panela são uma preparação económica e energeticamente eficiente por apenas utilizar uma boca do fogão.

4º Aumenta o consumo de leguminosas

  • As leguminosas (feijão, grão de bico, lentilhas,…) constituem um dos menores grupos da roda dos alimentos. Apesar disso, são riquíssimos nutricionalmente, fornecendo proteína, hidratos de carbono e uma grande variedade de vitaminas e minerais. Por serem uma boa fonte proteica são excelentes para os pratos vegetarianos.
  • Experimenta acrescentá-las aos teus pratos pelo menos duas vezes por semana ou realizar uma refeição vegetariana por semana, substituindo a carne/pescado/ovos por este grupo de alimentos.

5º Cozinha em maior quantidade

  • Cozinhar em maior quantidade permite poupar tempo, energia e dinheiro!
  •  Depois de cozinhado, deves deixar arrefecer um pouco (máximo de 2horas à temperatura ambiente), armazenar em recipientes adequados e conversar no frigorífico ou congelador.  Essas doses podem ser reaquecidas e consumidas de imediato ou poderão ser utilizadas para criar outras refeições.
  • Por exemplo, podes cozinhar uma base de sopa que será depois aquecida e adicionada aos hortícolas que tens em casa.
  • As leguminosas como o grão-de-bico podem ser cozidas em grandes quantidades e depois congeladas em doses menores que serviram para sopas, massadas, saladas. Etc.

6º Adota pequenos gestos

Pequenos gestos podem ter grande impacto.  Eis alguns exemplos:

  • Usar apenas a quantidade de água suficiente para cozinhar os alimentos. Podes ainda guardar a água da cozedura dos hortícolas para outras confeções como sopas ou para regar as plantas.
  • Descongelar apenas a quantidade de alimentos necessária e no frigorífico. Isto reduz o tempo de confeção.
  • Para evitar o desperdício alimentar, podes usar o descascador para cortar uma pequena espessura do alimento e aproveitar talos ou cascas para enriquecimento de molhos, sopas, etc.
  • Cozinhar porções proporcionais ao número de pessoas.  Existem alguns utensílios úteis para a medição da quantidade a preparar por pessoa.
  • Evitar encher o prato de comida. É preferível repetir do que desperdiçar.

Qual destas dicas já são praticadas aí por casa?

 Margarida Taipa – nutricionista (C.P. 4841N)

 

Publicado em Deixe um comentário

O ABC dos Ativos Puros: Potencializa a tua Rotina de Cuidados!

Às vezes, na nossa jornada por uma pele mais saudável e radiante pode escapar-nos o truque mais simples: potenciar os nossos cuidados com a pele com alguns ingredientes-chave, como os ativos puros.

Às vezes, na nossa jornada por uma pele mais saudável e radiante pode escapar-nos o truque mais simples: potenciar os nossos cuidados com a pele com alguns ingredientes-chave como os ativos puros.

Neste artigo vamos explorar como alguns ativos dermocosméticos que podem ser verdadeiros impulsionadores para uma rotina de beleza ainda mais eficaz, proporcionando resultados surpreendentes.

Para Que Servem:

Para potenciar a tua rotina de cuidados com a pele! Experimenta incluir estes ingredientes na tua rotina diária e surpreende-te com os resultados incríveis que podem proporcionar. Fica a saber mais sobre cada um e escolhe aquele que mais se adequa às tuas preocupações e tipo de pele.

Vitamina C: O Brilho Natural

A vitamina C ou ácido ascórbico, é um antioxidante poderoso que protege a pele dos danos causados pelos radicais livres, tais como a poluição e a exposição solar.

Além disso, estimula a produção de colagénio, ajudando a reduzir a aparência de linhas finas e rugas. Este ingrediente também é conhecido por uniformizar o tom da pele, reduzindo manchas e hiperpigmentação.

Ácido Hialurónico: Hidratação Profunda

O ácido hialurónico é uma molécula naturalmente presente na nossa pele, conhecida pela sua capacidade de reter água. Devido à sua estrutura única, pode atrair e reter até 1000 vezes o seu peso em água, proporcionando uma hidratação profunda e duradoura.

Além de aumentar a hidratação, este ingrediente também ajuda a suavizar a pele, reduzindo a aparência de linhas finas e rugas.

AHAs (Alfa-Hidroxiácidos): Renovação Celular

Os AHAs são ácidos de frutas naturais, como o ácido glicólico e o ácido láctico, que ajudam a esfoliar suavemente a pele, removendo as células mortas e estimulando a renovação celular.

Este processo de esfoliação suave ajuda a melhorar a textura da pele, reduzir a aparência de poros dilatados e promover uma tez mais brilhante e uniforme.

Niacinamida + Zinco: Equilíbrio e Proteção

A niacinamida, ou vitamina B3, é um ingrediente versátil com vários benefícios para a pele. Ajuda a fortalecer a barreira da pele, reduzir a vermelhidão e minimizar os poros. Além disso, pode ajudar a reduzir a produção de oleosidadde, tornando-o ideal para peles oleosas ou propensas à acne.

Quando combinada com o zinco, um mineral com propriedades anti-inflamatórias, este duo poderoso ajuda a acalmar a pele irritada e promover uma tez mais clara e equilibrada.

Óleo de Rosa Mosqueta: Regeneração e Reparação

O óleo de rosa mosqueta é extraído das sementes da rosa mosqueta e é conhecido pelas suas propriedades regeneradoras e reparadoras. É rico em ácidos gordos essenciais, como o ácido linoleico e o ácido linolénico, que ajudam a fortalecer a barreira da pele e a reduzir a perda de água transepidérmica.

Além disso, contém antioxidantes, como a vitamina A e a vitamina C, que ajudam a proteger a pele dos danos causados pelos radicais livres e a promover a renovação celular.

Complexo de Peptídeos: Nutrição e Firmeza

Os peptídeos são fragmentos de proteínas que desempenham um papel fundamental na saúde da pele. Este complexo de peptídeos é formulado com uma combinação única de ingredientes, incluindo peptídeos de sacha inchi, um superalimento rico em ácidos gordos essenciais que ajuda a nutrir e fortalecer a pele.

Estimula a produção de colagénio e elastina, melhorando a firmeza e a elasticidade da pele e reduzindo a aparência de linhas finas e rugas.

Pode encontrar todos estes ativos aqui